Nova tecnologia de soldagem

No setor automotivo, o mercado de formatos soldados a laser e estampados a quente (LWB) experimentou um crescimento significativo nos últimos anos: alguns veículos têm, no mínimo, 14 peças LWB. A combinação de estampagem a quente e formatos LWB é uma fórmula vencedora, já que permite aos fabricantes de equipamentos originais (OEM) diminuir o peso das peças mais complexas dos automóveis.

A ArcelorMittal aliou-se com a ANDRITZ Soutec, empresa especializada no projeto de sistemas de soldagem, para comercializar uma nova tecnologia de remoção parcial a laser, que garante a integridade a longo prazo dos formatos LWB e cujo uso veremos estender-se no futuro.

A colaboração entre a ArcelorMittal e a Andritz impulsionou o uso mundial de formatos soldados a laser.

A colaboração entre a ArcelorMittal e a Andritz impulsionou o uso mundial de formatos soldados a laser.

Para fabricar um formato LWB é preciso soldar, com laser, aços de diferentes espessuras e propriedades, assim se obtém peças de aço de menor espessura e mais leves, que têm o mesmo comportamento, ou ainda melhor, no caso de colisão do veículo.Nos formatos LWB podem ser utilizadas diferentes qualidades de aço, inclusive a gama de aços avançados de alto limite elástico (AHSS). Isso permite aos fabricantes de automóveis reduzir o peso do veículo e melhorar a segurança ao utilizar o aço adequado no lugar certo para cada uma das peças dos automóveis.

O formato LWB pode ser submetido a um processo de estampagem a quente para aumentar ainda mais a resistência da peça. Os aços AHSS, como Usibor® e Ductibor®, foram projetados especialmente para este processo.

A soldagem de aços de diferentes espessuras e propriedades possibilita redução de peso e de custos.

A soldagem de aços de diferentes espessuras e propriedades possibilita redução de peso e de custos.

Peças leves e rentáveis

A tecnologia inovadora e patenteada de remoção parcial a laser oferece uma excelente soldagem dos LWB e mantém a proteção contra a corrosão. A associação entre a ArcelorMittal Tailored Blanks e a ANDRITZ Soutec permitirá que esta tecnologia de ponta seja utilizada em todo o mundo.

Este desenvolvimento incrementará a disponibilidade da tecnologia de soldagem a laser para os aços de estampagem a quente. Os fabricantes recorrem cada vez mais aos formatos LWB, já que precisam fabricar automóveis mais leves e, portanto, com menor consumo de combustível e mais seguros.

Partes da estrutura de automóveis soldadas a laser devem apresentar crescimento significativo nos próximos anos.

Partes da estrutura de automóveis soldadas a laser devem apresentar crescimento significativo nos próximos anos.

“A cooperação com a ANDRITZ Soutec permitiu dar um novo passo na direção do desenvolvimento de soluções rentáveis para os fabricantes de automóveis”, comenta Philippe Baudon, CEO da ArcelorMittal Tailored Blanks. “Estamos dando apoio contínuo aos fabricantes, para que possam reduzir o peso dos automóveis e melhorar o comportamento no caso de colisão”.

“A ArcelorMittal desenvolveu um excelente processo de remoção a laser, que garante a qualidade e a produtividade do processo de soldagem dos aços para estampagem a quente, uma tecnologia em crescente desenvolvimento”, explica Domenico Iacovelli, CEO da ANDRITZ Soutec. “Graças a esta cooperação, podemos oferecer uma solução eficiente que impulsionará ainda mais o crescimento dos formatos LWB para estampagem a quente”.

“A remoção a laser e a estampagem a quente dos formatos LWB formam uma combinação de êxito para diminuir o peso das peças mais complexas dos automóveis”, conclui Philippe Baudon.

Usibor® 1500P e Ductibor® 500P reduzem significativamente o peso das peças e melhoram o desempenho no comportamento em colisões.

Usibor® 1500P e Ductibor® 500P reduzem significativamente o peso das peças e melhoram o desempenho no comportamento em colisões.

Como funciona a remoção parcial a laser

Aços para estampagem a quente, como Usibor® e Ductibor®, são fornecidos com um revestimento de alumínio-silício, que impede a formação de casca e a descarbonização superficial durante o processo da estampagem, além de contribuir com a proteção da peça final contra a corrosão.

Neste processo se utiliza laser para remover parcialmente o revestimento de alumínio-silício situado perto da borda. A camada superior do revestimento é eliminada, evitando assim que haja excesso de alumínio na soldagem. A camada intermetálica é mantida deliberadamente para garantir a proteção contra a corrosão.

Se o alumínio não é eliminado, ele pode migrar para o interior da soldagem e debilitar a conexão. “Utilizamos os pulsos ultracurtos dos lasers mais avançados e com a maior potência disponível no mercado”, explica Wolfram Ehling, gerente sênior de operações da ArcelorMittal Tailored Blanks. “Isto demonstra a liderança tecnológica da ArcelorMittal no importante mercado em desenvolvimento que constitui os formatos soldados a laser”.

Fonte

Revista Update – Maio de 2014 – ArcelorMittal – Flat Products

Catálogo de aços planos América do Sul

http://corporate.arcelormittal.com/news-and-media/news/2014/mar/11-03-2014

http://automotive.arcelormittal.com/tailoredblanks/1864/1867

http://automotive.arcelormittal.com/News/1811/LWBwebinar_4June15

Crédito Imagens: ArcelorMittal

2 comentários de “Nova tecnologia de soldagem

  1. Vladimir
    23 de março de 2016 às 16:06

    Parabéns a organização por esta inovadora e ótima inciativa para puxar a competitividade das nossas industrias

  2. 27 de abril de 2017 às 16:43

    Ótimo post fazia tempo que estava procurando algo tão esclarecedor.

Deixe um comentário