Tubos para gasodutos e oleodutos

Para viabilizar a construção de um dos maiores oleodutos e gasodutos do mundo – o Trans Anatolian Natural Gas Pipeline (TANAP) – estamos fornecendo 310.000 toneladas de bobinas de aço laminadas a quente produzidas em nossa unidade de Bremen, Alemanha. Isso é mais de 1/3 de todo o aço laminado a quente necessário para o projeto TANAP. É também o maior pedido já feito por uma empresa do setor de petróleo e gás.

TANAP é um gasoduto de gás natural com extensão de 2.000 km, que cruzará a Turquia, a partir do campo de Shah-Deniz, no Azerbaijão, chegando até a fronteira europeia, e ajudará a garantir o fornecimento de energia para a Europa.

Mapa do percurso do futuro gasoduto Tanap. Foto ©Site do Projeto Tanap

Mapa do percurso do futuro gasoduto Tanap. Foto ©Site do Projeto Tanap

A construção deve ser concluída em 2018, a um custo total aproximado de US$ 7 bilhões. Depois de concluído, o novo gasoduto terá capacidade para transportar mais de 16 bilhões de metros cúbicos de gás natural por ano.

“Fornecemos aços para a indústria de petróleo e gás há mais de 30 anos. Temos um histórico comprovado neste setor, garantindo proximidade com o cliente e suporte técnico contínuo. Combinamos isso com os produtos de alta qualidade fornecidos por nossa fábrica de Bremen”, disse Stéphane Tondo, diretor de marketing para tubos de embalagem e energia da ArcelorMittal Europa – produtos planos.

Tubo de aço pronto para ser instalado, no canteiro de obras do gasoduto Tanap. Foto ©Site do Projeto Tanap

Tubo de aço pronto para ser instalado, no canteiro de obras do gasoduto Tanap. Foto ©Site do Projeto Tanap

“Este é um projeto excitante e desafiador para nós. As entregas começaram em 2015 e durarão dois anos. É o maior pedido único já atendido em Bremen. Isso mostra nossa capacidade de fornecer produtos de alta qualidade com garantia de entrega pontual. E também evidencia o compromisso de Bremen.”, acrescentou Dietmar Ringel, CEO da ArcelorMittal Bremen.

O gasoduto TANAP estará sujeito a pressões muito altas de funcionamento e condições atmosféricas hostis ao longo do seu percurso. Para suportar isso, as mais recentes tecnologias foram aplicadas neste projeto, usando produtos siderúrgicos inovadores. O aço utilizado é o X70, classe high-end para aplicações em dutos com espessura muito elevada – Bremen é uma das poucas fábricas no mundo que podem fazer este produto.

ArcelorMittal e Corinth Pipeworks cumprem normas rigorosas e cronograma de entrega

Outro gasoduto europeu que está usando nosso aço, o Artère de l’Adour, terá cerca de 100 quilômetros de extensão, indo de Arcangues até Coudures, no sudoeste da França. Este novo gasoduto está sendo construído pela fornecedora de gás francesa TIGF e permitirá melhorar o fornecimento de gás na região e fornecer uma conexão entre o País Basco, na Espanha, e a extensa rede europeia de gás.

Os tubos para a nova linha de gás foram fornecidos pelo nosso cliente Corinth Pipeworks, da Grécia. Fundada em 1969, a Corinth Pipeworks é uma das fabricantes de tubos de aço mais importantes do mundo para a indústria de petróleo e gás.

Tubo de aço sendo produzido na Corinth Pipeworks. Foto ©Corinth Pipeworks

Tubo de aço sendo produzido na Corinth Pipeworks. Foto ©Corinth Pipeworks

Prazo de entrega limitado

O envolvimento da Corinth Pipeworks neste projeto começou no final de agosto de 2013, quando a TIGF encomendou 97 quilômetros de tubos de indução de alta frequência (HFI) com diâmetro de 610 mm. A Corinth Pipeworks tinha apenas seis meses para cumprir a ordem. Isto incluindo a compra do aço, a formatação e revestimento dos tubos, e o envio para a TIGF.

“Nós imediatamente contatamos a ArcelorMittal pois sabíamos, por experiência, que eles poderiam fornecer o aço com a qualidade necessária”, comenta Nicholas Sarsentis, diretor da Corinth Pipeworks. “Nós tivemos uma cooperação muito boa por um longo tempo e sabemos que ArcelorMittal é um parceiro de confiança no setor de aço.”

A escolha garantiu a aprovação da TIGF. “ArcelorMittal forneceu as bobinas a quente de sua fábrica em Fos-sur-Mer, no sul da França. O fato de eles serem um fornecedor francês respeitável foi um benefício”, diz Nicholas Sarsentis. “Se tivéssemos escolhido outro fornecedor de aço a TIGF poderia ter pedido primeiro para avaliá-lo.”

Tubos de aço prontos para serem enviados à TIGF. Foto ©Corinth Pipeworks

Tubos de aço prontos para serem enviados à TIGF. Foto ©Corinth Pipeworks

Para gerenciar o projeto, as duas empresas estabeleceram equipes próprias. Nossa equipe fez o acompanhamento contínuo, fornecendo informações diárias para a equipe da Corinth Pipeworks. A estreita cooperação evitou que houvesse grandes problemas durante o projeto.

Gás e Óleo

Com quatro milhões de toneladas fornecidas ao setor da energia, somos o maior fornecedor mundial de aço para este mercado altamente exigente. Nossa liderança é possível graças às parcerias que temos com nossos clientes, ao nosso extenso portfólio de produtos e às soluções altamente inovadoras e técnicas que oferecemos.

Com os nossos produtos, oferecemos serviços de gestão de projetos que dão apoio aos nossos clientes para transformar projetos altamente críticos em histórias de sucesso. Graças à nossa ampla experiência e presença global somos um parceiro confiável para a indústria de petróleo e gás do mundo.

Linha de tubos

Bom aço começa com boas instalações. Em ambientes corrosivos, há a ocorrência da ruptura induzida por hidrogênio (HIC). Reduzir as impurezas no aço é essencial para evitar isto. Para alcançar o nível de pureza exigido, a quantidade de enxofre no aço é mantida abaixo de 20 ppm.

Estamos incrementando nossa gama de aços resistentes ao HIC e ganhamos participação no mercado de projetos de transporte de CO2. Nossa nova série de aço para Oil Country Tubular Goods (OCTG) foi desenvolvida para atender à crescente demanda por tubos revestidos soldados e tubos para operações de perfuração.

Desenvolvemos um aço de calibre pesado para tubos de energia soldados em espiral, com mais de 20 mm de espessura. Este aço é projetado para uso em gasodutos intercontinentais.

Fontes

http://corporate.arcelormittal.com/news-and-media/news/2014/dec/18-12-2014

http://europe.arcelormittal.com/marketsegmentseurope/europeoilandgas

http://europe.arcelormittal.com/europeprojectgallery/fol_artereadour

http://industry.arcelormittal.com/593/794/energypipes

Folder ‘Oil and Gas: from steel to solutions’

http://www.tanap.com/

 

21 comentários de “Tubos para gasodutos e oleodutos

  1. douglas rocha
    3 de maio de 2016 às 12:41

    trabalho com supervisão de obras, na area de tubulação, soldagem e montagem mecanica tenho interesse em trabalhar nessa obra. já atuei em uma obra semelhante, trabalhando com tubulação de 1200mm classe de pressão pn25. poderiam me fornecer um contato? ficaria muito grato.

    att;

    douglas rocha

  2. Anete Strictar
    3 de maio de 2016 às 12:53

    Bom saber temos uma filial aqui em São Francisco do Sul. Parabéns é uma grande empresa.

  3. Julia Maria Cordeiro de Castro
    3 de maio de 2016 às 14:21

    PARABÉNS PELA CONSTRUÇÃO MAGNÍFICA!!!!! SUCESSO PARA TODOS!!!!!!

  4. Luciano Antonio Godoy Junior
    3 de maio de 2016 às 14:29

    muito lindo este projeto, e é gratificante para o povo do Brasil saber que uma empresa como a arcelormittal esta com empreendimentos também no Brasil eu tenho o prazer de conhecer umas das empresa de minérios da empresa em Minas Gerais pois tenho parentes que trabalham nesta empresa e só tem elogios para com o jeito de coordenar dos diretores sem mais (PARABÉNS)

  5. Jeldon Sant'Ana
    3 de maio de 2016 às 15:48

    Para qual email posso mandar o CV?

  6. Daniel Almeida Silva
    3 de maio de 2016 às 16:18

    Que obra gigantesca gostaria de trabalhar nesse empreendimento sou encanador industrial

  7. Daniel Almeida Silva
    3 de maio de 2016 às 16:22

    Obra gigantesca adoraria trabalhar nesse empreendimento sou encanador industrial qualificado

  8. lazaro sebartiao
    3 de maio de 2016 às 19:09

    que engenharia so queria trabalhar em uma empresa desa meus paraben toda a equipe deste do piao ate o alto escalao parabens !!

  9. francisco
    4 de maio de 2016 às 01:23

    Estou vendo está maravilha pela primeira vez, nem li tudo sobre mas quando se vê uma obra deste porte o que causa na gente, em mim pessoalmente é um grande êxtase.parabéns e felicidades neste grande propósito.

  10. Cosmo Moreira de oliveira
    4 de maio de 2016 às 11:01

    tenho orgulho de ver isso os governantes trabalhando por bem dos seu países parabéns europa

  11. Fabiorodriguespinheiro
    4 de maio de 2016 às 13:46

    Fábio Rodrigues Pinheiro
    Rua: Bota Fogo ,número: 158,
    Brasileiro, bairro : Edson Passos, CEP : 26247-070, Mesquita Rio de Janeiro.
    Tel.: (21) 3765-4811 ,
    Cel.: (21) 9243-8498
    Nascido em : 23/12/1976

    Objetivo : Atuar em áreas industriais, comércios entre outros, buscando melhorias e aperfeiçoamento no segmento de atuação escolhido, visando o crescimento na carreira, respeitando a política da empresa e os colegas de trabalho. Disponibilidade imediata , de horários e para viagens.

    Formação acadêmica:
    2° grau completo;
    Curso de Pintor Industrial;
    Curso de Mecânica Industrial;
    Curso de Entrada e Resgate em espaços confinados ( Brigada de Incêndio);
    Curso na área de Petróleo: Plataformista, Homem de área e movimentação de carga, cbsp e huet, NR-33, NR35

    Principais cursos de aperfeiçoamento:
    5s – Bunge Alimentos;
    ISO 9001:2000 – Bunge Alimentos;
    Boas práticas de Fabricação – Bunge Alimentos.

    Histórico Profissional:
    Rassini NHK Autopeças LTDA;
    Owens Illinois do Brasil Indústria E Comércio S.A.;
    Prata Serviços Gerais;
    COSAN ( Refinaria de açúcar União );
    Condor S/A Indústria Química;
    Bunge Alimentos S/A.

    Evolução Profissional:
    Operador de Fabricação HE;
    Operador I – Ensacamento de Farinha, Segmento Doméstico;
    Operador I – Setor Montagem;
    Auxiliar de Serviços Gerais ( Prestado pelo perfil Times ).

    Principais Atribuições:
    Operador em máquinas Fabrimar BBR Inuma;
    Efetuar o controle de pesagem dos produtos acabados, aferindo os pesos;
    Cumprir os procedimentos operacionais padrão para ensacar e costurar corretamente os sacos de farelo , farinha e pré – mescla, ajustamento do saco no bocal carrossel de ensacamento e colocando o saco na esteira para a costura ideal;
    Ajuste de equipamentos segundo Normas de boas práticas de fabricação para início de produção;
    Conferência de datas de validade dos produtos.

  12. César de Almeida Soares
    4 de maio de 2016 às 20:02

    Boa tarde , sou inspetor de ultrassom , solda , dutos , lp e pintura , gostaria de participar dessa obras .

  13. rubens panza
    5 de maio de 2016 às 02:23

    prezados senhores:

    achei muito boa a apresentação da empresa, parabens

    aproveito a oportunidade para perguntar se a empresa esta precisando de um inspetor de ultrasson nivel 2

    abraços,

    no aguardo

    atenciosamente

  14. Breno dantas
    6 de maio de 2016 às 16:59

    Sou inspetor de solda N1 e minha esposa é inspetora de ultrassom e temos interesse de participar dessa obra, o que precisamos fazer para nós candidatar a vaga no controle de qualidade?????

  15. José Garcia
    10 de março de 2018 às 13:24

    Prezados,
    Quais os diâmetros externos mínimos, em mm ou polegadas, de tubos de aço carbono sem costura para condução destinados a oleodutos e gasodutos?
    obrigado
    José Garcia

Deixe um comentário